PROPÓSITO – DESIGNING GROWTH – A aplicação prática na construção de uma startup, projeto ou carreira

Corrija para não ser infeliz, mesmo tendo sucesso

Antes de começar a ler o artigo, vá agora no Facebook, solicite acesso ao grupo DESIGNING GROWTH e entra onde todo mundo que busca crescimento está. Está na hora de uma comunidade forte que se ajuda estar juntos em um mesmo lugar.

Quando cheguei no mercado eu só queria ser feliz fazendo o que gostava. Era um parque de diversões pra mim. Sei que as próximas linhas vão te fazer pensar que enlouqueci, mas continue lendo, vai ver que melhora com a continuação da leitura. Eu trabalhava quase 15 horas e estava muito feliz. Eu amava muito isso. Recomendo que leia meu primeiro livro gratuito “O Design da Criatividade Objetiva”, nele eu conto um pouco dessa jornada e como eu fazia para trabalhar mais e ainda estar extremamente feliz e satisfeito. E isso tem muito a ver com o propósito. E normalmente quem trata disso fala de uma forma muito filosófica e romântica, porém pouco prática. Quero te desafiar a enxergar propósito de forma bem mais pragmática e nova. Imagine um garoto de 17 anos, trabalhando horas extras escondido do chefe, fazendo mais do que foi pedido. Não para ganhar aumento, não para mostrar ou provar algo, simplesmente para chegar a um resultado melhor no que faz. Tentar com que o próximo desafio esteja melhor executado que o anterior? Bem, esse era eu. Quando imaginamos um propósito, normalmente pensamos no alinhamento do que gosto de fazer e tem a ver comigo. Mas é bem mais que isso. Se você foca somente em fazer o que te faz feliz, provavelmente outros pontos do seu propósito estarão vulneráveis, não serão desenvolvidos plenamente e isso pode te fazer infeliz.

A geração “Z” já nasce se separando para um mundo onde fazer o que se ama vem antes da corrida por dinheiro. Os mileniuns estão se deparando com a dualidade de escolhas dentro do mundo corporativo, propósito ligado ao que te faz feliz e a corrida desenfreada por metas financeiras. Eu proponho uma junção destes dois pontos. Se você busca ser feliz e ter sucesso, creio que você precise encontrar um ponto de equilíbrio, abrir mão da absoluta perfeição dos extremos. Caso contrário você viverá ou um pesadelo, ou um conto de fadas fantasioso. Pesadelo se você ganha dinheiro com o que odeia fazer, ou fantasia sonhar com algo tão absolutamente perfeito que não exista na vida real. Hoje eu amo o que faço, mas não é um videogame, nem um parque de diversões. Tomar as rédeas de sua própria carreira, empreendimentos e resultados é assumir que nem sempre será como um de nossos sonhos, mas nos divertiremos no processo.

Encontrar o propósito pessoal, a missão de vida será seu maior ganho na jornada de crescimento. É através do propósito que você manterá sua seu combustível limpo e com tanque sempre cheio para ir mais longe e com resultados mais permanentes.

Quando eu percebi que precisava de uma casa em um lugar melhor, uma grana maior de investimento e tantas outras coisas descobri que eu estava tão apaixonado pelo que gostava, tinha feito tanto pelo meu propósito de vida pessoal separado do de carreira que não vinculei metas conjuntas. Ter metas claras de propósito pessoal e de trabalho fazem com que você se prepare melhor para um crescimento imediato. A final planos financeiros devem servir de combustível para seu sonho. Dinheiro pode não trazer felicidade, mas com certeza te ajudará a dar conforto e tranquilidade para evitar com que problemas atrapalhem sua felicidade.

No final das contas, eu continuo trabalhando aquele tanto de horas? As vezes sim, mas não sempre. Tenho um conjunto de metas que estão envolvidas e alinhadas ao meu propósito. Te convido a ser mais efetivo em suas metas, fazendo uma junção entre propósito emocional, propósito de saúde, propósito familiar, propósito financeiro, propósito de conhecimento. Depois de definir estas áreas, e alinhar tudo isso, você precisará estabelecer metas. Você verá que quando deixar tudo isso claro e com metas bem estabelecidas tudo fará mais sentido. Desde o número de horas dedicadas a algo, quanto à intensidade investida na melhoria de cada ponto. Saberá quando algo vale a pena a sua atenção e quando não vale a pena. Propósito e metas alinhados te fazem ir mais longe.

Isso não faz sentido somente para a vida pessoal. As marcas precisam estar alinhadas com seu propósito como uma pessoa. As pessoas estão rejeitando a idéia de se relacionar com coisas, por isso as marcas estão a cada dia maos humanizadas. Devem estar preocupadas com estes aspectos de seus funcionários, usuários e consumidores. Devem impactar a vida de todos neste mesmo nível de compromento.

Quer saber mais sobre como aplicar isso e realizar grande crescimento em sua marca ou carreira? Então solicita entrada na comunidade Designing Growth la no Facebook. A galera toda está te esperando lá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s